O fornecedor-parceiro

Há algum tempo, era comum considerar o fornecedor um inimigo, um adversário, pois se tinha a idéia de que este fornecedor estaria interessado apenas em fazer crescer o seu lucro à custa dos descuidos de seus clientes.
 
Nesse relacionamento, a única forma de o cliente se proteger era, ou ainda é, a de fazer muitas cotações, que exigem um trabalho maior e mais demorado. Ainda assim, na hora de receber o pedido, continua gastando mais tempo e recursos para inspecionar os produtos entregues. Para não ficar refém de um só fornecedor, era comum trocá-los constantemente, ou seja, tinha-se que gastar, novamente, mais tempo na procura de novos fornecedores e novas cotações.
 
Nos dias de hoje, para podermos sobreviver neste mercado cada vez mais competitivo, é de vital importância estabelecer relações estreitas e duradouras com nossos fornecedores. Cliente e fornecedor devem desenvolver um relacionamento de confiança mútua, para que ambos sobrevivam.
 
“O fornecedor-parceiro é a empresa que podemos contar nas situações mais difíceis, quando os imprevistos acontecem. O ponto crítico está em atingir o perfeito equilíbrio que beneficie as duas empresas envolvidas, adequadamente”, diz Auli de Vitto, presidente da Forma Editora, empresa responsável pela organização do Brazil Promotion, que é a principal feira brasileira de fornecedores de produtos e serviços de marketing promocional.
 
Listamos abaixo algumas dicas para você não ficar na mão:
 
– Desenvolva fornecedores principais e fornecedores alternativos para todos os produtos, a fim de evitar que sua ação promocional ou evento não sejam afetados por falta de disponibilidade de um único fornecedor;
 
– Compartilhe informações com seus principais fornecedores, para que eles também obtenham melhorias em seus negócios e repassem essas melhorias para a sua empresa. Isso garante a competitividade de ambas as empresas no médio e longo prazo; – O seu sucesso é conseqüência do sucesso de todos os parceiros envolvidos em um projeto. Por isso, cultive o bom relacionamento entre as duas partes;
 
– Sempre tenha mais de uma proposta para a contratação de um serviço ou compra de produto, pois, além de ajudar na comparação de custos, também evita surpresas no momento do fechamento;
 
– Tenha um profundo conhecimento das reais capacidades do fornecedor e, mais do que isso, verifique na prática tais qualidades. Vai comprar um produto? Exija amostras e protótipos. Vai contratar um serviço? Solicite apresentação ao vivo ou digital. Vai locar um espaço? Faça uma visita técnica detalhada.
 
“O principal cuidado é ter referência do fornecedor, contatando outras empresas que utilizaram o seu serviço. Muitas vezes, preço baixo não pode ser o fator de escolha do fornecedor, mas, sim, outros quesitos mais importantes, tais como: prazo de entrega (extremamente importante em eventos), qualidade do serviço etc.”, ensina Luiz Roberto Salvador, organizador da Expo Bríndice, uma das principais feiras de brindes do Brasil.
 
Lembrem-se sempre: a qualidade de seu produto começa no seu fornecedor.
 
Expo Bríndice 2007
Data: 24 a 27 de julho de 2007
Horário: 3ª a 5ª, das 14h às 21h, e 6ª, das 14h às 19h
Onde: Centro de Eventos São Luiz. Rua Luís Coelho, 323 – Cerqueira César – São Paulo – SP.
Entrada franca para os profissionais do setor promocional.
Estacionamento é cobrado à parte.
 
 
Brazil Promotion
Data: 7 a 9 de agosto de 2007
Horário: das 14h às 21h
Onde: Transamérica Expo Center – Pavilhões A e B. Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – São Paulo – SP.
Entrada franca para os profissionais do setor promocional.
Estacionamento é cobrado à parte.

2 comentários para “O fornecedor-parceiro”

  1. Edgar Gonçalves

    Comprometimento é tudo
    Parabéns pelo artigo!!!
    Gostei muito do que li no artigo "Fornecedor-Parceiro" acredito muito neste modelo de parceria
    Nunca priorizo a venda e sim a solução que o cliente necessita e com certeza não é preço que
    faz o melhor fornecedor e sim o comprometimento e atendimento no antes, durante e depois!

    E tenho uma outra opinião, fornecedor bom você conhece na hora de resolver os problemas
    emergênciais!!!

    Um abraço,
    Edgar Gonçalves
    IN OUT TransporT

  2. Juvenal

    Fazer um bom evento não é fácil
    Quem já teve nas mãos o "abacaxi" que é fazer um evento, sabe das dificuldades. E esta ótica levantada pelo artigo do Alexandre valorizando a parceria com os fornecedores é bastante elucidativa do caminho que deve ser seguido por quem vive de criar, organizar e promover um evento. É isso aí.

Comentário