Apenas figuras

Os jornais e revistas nos mostram notícias e ilustrações diversas, as nossas mentes devoram-nas com a voracidade intelectual e o contexto social é montado.

A originalidade das ideias próprias morre com as ideias que nos são incutidas pelo “grande irmão”: Mídia.

Já dizia Monteiro Lobato: “A opinião pública só existe nos lugarejos. Nas capitais desaparece, substituída pela opinião que se publica”.

É cômico, mas, neste mundo figurativo, ostentar é sinônimo de hit musical da periferia que quer pertencer à elite.

O punk era contra o quê? O funk no Brasil hoje é a favor de quê?

Um dia aqui, outro dia ali…

Quem são as minorias e quem é a maioria?

Bastam algumas leis para nos botar em nossos “lugares”.

Atreva-se a andar na contramão e então o processo te esmaga, te cospe e te faz outro!

Somos figuras, irmãos! Apenas figuras personificadas de nossos idealismos, modismos e tantos outros “ismos” que tentam escarrar as nossas angústias, nossos medos, nossas raivas, enraizadas nas máscaras do nosso tempo…

Imagem: deviantart.com

Comentário