Lembrança de um pinheiro de Natal

 

Com a aproximação do Natal, observamos as casas enfeitadas, os shoppings investindo em decoração e, claro, as famílias montando seu tradicional pinheiro de Natal. E por falar nele, o pinheiro de Natal, eu me lembro de uma expectativa de quando era criança. Não era apenas a espera pelo Papai Noel, ou pelos tão desejados presentes, e sim por montar a árvore de Natal.

 

A ocasião era cultural. Fazia parte da família. E a expectativa era muito grande. Na semana que aproximava o Natal da nossa casa, eu e minha irmã íamos, juntamente com meu pai, buscar a árvore. Sim, um pinheiro vivo, ele ficava no campo, ali mesmo perto de casa.

 

Íamos à tardinha cortar o pé. Todos ajudavam um pouquinho. Depois de cortado, ele era levado até a nossa casa. Colocávamos terra, algumas pedras para segurá-lo e finalmente os enfeites! Essa era a melhor parte, eu diria, quando retirávamos, de uma caixa, os enfeites que ficaram o ano todo guardados.

 

Com a ajuda de nossa mãe, íamos colorindo a árvore, que ficava mais bonita e com vida. O ato de pendurar os enfeites era cheio de cuidado e cautela. Depois de pronto, ficávamos horas admirando aquele pinheiro que estava lá, todo bonito, à espera da grande noite.

 

Essa tradição permaneceu durante alguns anos, até que um dia minha mãe decidiu comprar em uma loja um pinheiro pronto, e então o nosso Natal nunca mais foi o mesmo. Lembro-me de que trocamos de casa e compramos o pinheiro. A expectativa de montar aquele pinheiro foi embora. Claro, ele não foi em vão, foi junto com a nossa infância.

 

Hoje entendo de certa forma que, comprando um pinheiro novo, decidimos nos despedir da infância, mas não deixamos os sonhos irem embora. Ainda me emociono com pinheiros, e com as pequenas cidades brilhando muito mais nesta época de Natal.

 

 

*Angélica Weise é jornalista e pesquisadora.

Um comentário para “Lembrança de um pinheiro de Natal”

  1. kelli weise

    [b][/b]Lembro bem desses momentos, a grande espera por montar o nosso pinheiro natural.. a e anoite após a volta da missa de Natal, ver todos os presentes embaixo dele..
    São estes momentos que mostram como desfrutamos da nossa infância!!
    Parabéns pelo texto maninha.. abraços
    e feliz natal!!!

Comentário