Viva o dia da Consciência Humana!

Viva a consciência negra, a branca, a incolor, a indolor, a existencial, a Divina…

Viva a consciência dos teus atos, dos fatos, dos teus rastros que deixas no mundo…

Viva com a consciência de que a segregação, qualquer que seja, racial, sexual, religiosa ou qualquer outra, não te separará deste mundo. Mesmo que não desejes aqui estar, estarás em uma unidade na diversidade presa à tua condição humana.

Parece que alguns ainda não perceberam que a única condição que nos permite estarmos ligados a outros de nossa própria espécie é o fato de estarmos imersos no seio da humanidade…

Por acaso pertencemos a outra espécie que não a humana?

Ora, se somos da mesma espécie, como podemos nos separar?

Se não tivermos a consciência disso, poderemos pintá-la de qualquer cor, negra, branca, amarela etc., mas nunca teremos a real consciência de nossa existência no Planeta que habitamos.

Podemos até assumir uma identidade, mas não podemos fugir da humanidade, a consciência de nossa existência nos difere de outras espécies, mas não da raça humana.

Por isso, viva a consciência negra! branca! Incolor!

Viva a vida de qualquer cor!

Essa é pra você também, meu saudoso pai, artista das cores diversas!

Imagem: agenciabrasil.ebc.com.br

Comentário