Oração para Oxalá

 

 

Oxalá queira que eu não tenha medo injustificado e tolo

Que saiba ser equilibrado e justo, como cajado firme sobre chão

Oxalá queira que eu enxergue com clareza mesmo na escuridão

Pois não é preciso luz para bem ver

Oxalá queira que essa desconfiança minha para o mundo, para o amor, tenha fim

Pois desiludir é um fato e morrer, uma certeza e viver, portanto, uma obrigação

Oxalá queira que eu me contente com o ar, a água, a terra e meu travesseiro velho, amarelado e bom

Que aprenda e exerça o perdão com cada vez mais prontidão, como rio, que corre sempre esquecido do que ficou pra trás, olhando sempre pra frente

Oxalá queira que eu me lembre sempre que o dia é o dia de hoje, embora o dia de ontem sempre tenha seu valor

Pois foi ontem que conheci e vi fotos dos meus antepassados, gente antiga, morta, de onde vim, de alucinações marinas e ultramarinas e terrenas e até extraterrenas, e estavam todos ora sorridentes, ora circunspectos sob a luz do claro sol

Que me inspire neles, meus mortos, e me perdoe, também, em nome deles

Oxalá queira que eu saiba ser de valor e utilidade na vida de muita gente, como utensílio, faca, panela, ansinho

Que saiba reconhecer e apoiar o valor de quem tem, sem vaidade, sem ciúme, sem egoísmo, sem inveja

Oxalá queira que eu feneça com serenidade e resignação, pleno de vida, pronto

Oxalá queira ainda que eu aqui não volte mais, não.

Comentário