Reflexões de um tênis

 

O menino me arremessou ao ar

 

Ganhei o céu feito um pássaro

 

Pensei em liberdade

 

Vi, lá de cima, as pessoinhas

 

andando para lá e para cá

 

Pena que foi muito rápido!

 

Logo comecei a cair

 

e até achei que era o fim

 

Na descida, o meu cadarço

 

enroscou-se na fiação elétrica

 

Chocante!

 

Fiquei ali, dependurado,

 

sem nada poder fazer

 

Um cachorro ainda me olhou indiferente

 

e aproveitou para dar uma mijadinha no pé do poste

 

Eu, que antes só andava por baixo,

 

agora realmente estava por cima

 

Mas não saía do lugar…

 

 

*Joás Ferreira é jornalista e escritor.

Comentário