Refugiados

Isolados pelo descaso da própria pátria, que faz guerras e que mata expulsando de suas terras os refugiados, pobres massacrados pela ganância do poder.

O que fazer contra os ideais imbecis dos que cometem ações vis contra sua nação e não se enxergam mesquinhos, neuróticos, febris, que assolam a todos: pai, mães e filhos de seu próprio país?

O que fazer, pergunto a você? O que fazer?

Ver mais mortes em cada amanhecer, ou viver sem saber se haverá um anoitecer…?

Tecer a paz não seria mais sensato? Mas o que fazer para conscientizar o humano desse evidente ato? Que quem sabe até poderia harmonizar a terra de fato!

Ah! Mas me lembro que essa história de guerra é coisa antiga, que desde pequeno e já antes de Cristo o homem é contra o homem e faz intriga por causa de religião ou de qualquer ideia que contraria a sua, lhe diga não!

Sonhar pra que, então? Acho mesmo que o melhor é refugiar-me na solidão, esvaziar a mente, aquecer o coração e esquecer essa gente que só diz ter razão e que briga e se mata por tão pouco e se esquece que aquele diferente dele não é seu inimigo, mas, quem sabe, seu irmão!

Ou não?

Créditos da imagem: www.mdig.com.br

Comentário