Roupas

gente medíocre no âmago do meu ônibus

gente estranha na sala de espera do psiquiatra

gente bonita nas salas sociais

gente brilhante nas páginas de poemas

gente humilde a pé, nas vicinais

gente forte correndo e andando de bicicleta

gente acostumada, retalhada, batendo ponto

gente molhada secando nos varais

 

Créditos da imagem: http://www.revistadigital.com.br

Ilustração: Juliana Russo

Comentário