se apaixonar é o primeiro passo para a loucura

 

 

é pensar que você não foi o primeiro.

e que talvez você não seja o último.

é pensar em todos os que a tiveram por uma noite,

por um dia, por uma semana, um mês, por três meses, por cinco anos.

é tudo o que deu errado que pode dar errado de novo.

é uma masturbação mental torturante.

 

dor, angústia, a cara formigando, as piores imagens que se pode imaginar.

 

se apaixonar é uma autodestruição disfarçada.

é pensar que talvez você não foi o maior

ou então não foi o melhor.

é pensar que ela é demais para você

e que ela sente saudade dos velhos dias.

é tentar descobrir por que o telefone ainda não tocou.

e tentar descobrir por que você está preocupado com a porra do telefone.

se apaixonar é mudar sem sentir a mudança.

é pensar em abrir mão das coisas,

é deixar de ser homem aos poucos,

enxergar seus colhões perderem a autossuficiência.

é começar a escrever poesia.

é passar pela seção feminina no supermercado,

sem entender o que caralhos você faz ali.

é olhar para um casal de velhos e conseguir sentir algo.

se apaixonar é rasgar um tratado de paz na cara de Jesus Cristo.

é uma disputa territorial sem fim,

uma guerra já perdida, batalha após batalha.

homem ferido, homem ferido, homem ferido.

é a faca que entra no seu estômago, rasgando-o ao meio.

voem, minhas borboletas.

 

morram, minhas borboletas.

 

se apaixonar é descobrir que a vida é maior nas pequenas coisas.

é descobrir os diferentes tipos de risada dela.

é decifrar duas horas de conversa em um único gesto.

é o melhor cheiro do mundo todo.

é o pijama da Turma da Mônica que consegue te deixar com tesão.

é ficar bobo com a curvinha que os seus olhinhos fazem quando ela boceja.

é acordar e se lembrar e sorrir.

é conseguir visualizar um futuro inteiro enquanto ela bebe um copo d’água.

é escolher as palavras e ainda assim falar as incorretas.

é não querer sair de perto.

 

é não querer sair de dentro.

 

é um mais um que dão dois.

se apaixonar é coisa de homem.

se apaixonar é coisa de idiota.

se apaixonar é coisa de quem não se ama.

se apaixonar não faz sentido, seu filho da puta.

se apaixonar é o primeiro passo para a loucura.

e ainda assim

 

ainda

 

assim

 

é o mais belo e curto caminho para a felicidade.

 

3 comentários para “se apaixonar é o primeiro passo para a loucura”

  1. Silvia

    Perfeita loucura!

  2. Fernando Mielli

    Que incrível
    Que grandes palavras Victor.Li e me vi no ato!
    Quanta grandeza
    Quanta verdade
    Direto e forte…simples e rico
    Obrigado, queria ouvir isso.

  3. Clauber

    wow!
    Nesse caso, qq palavra descrita aqui seria a incorreta. Me arrisco em: LINDO, LINDO, LINDO.
    obrigado,
    Clauber

Comentário